iG

Publicidade

Publicidade

12/03/2012 - 18:33

Como tomar partido do efeito "chaminé" na sua casa

Compartilhe: Twitter

Olá…

Na minha casa tem um corredor (7 alt x 7 comp x 1 larg ) , e pensei em fazer uma cobertura zenital, total nesta área.

Mas ouvi dizer que o ambiente coberto, sofre com as variações de temperaturas externas.

Qual a sua opinião sobre a cobertura de vidro?

Obrigada.

Paula

Olá Paula, interessante este corredor com pé direito duplo.Uma cobertura zenital seria bem interessante sim.Eu destacaria a preocupação com a manutenção desta cobertura.Se for de vidro ou qualquer outro material transparente, precisa ser limpo semanalmente ou mensalmente dependendo da sua região.Outro aspecto de se pensar é fazer uma estrutura sob estes vidros que quebre o sol que incida a 0º, ou seja o sol a pino.Usando como se fosse uma pergola sob esta cobertura.

Para isso será necessário você conhecer a direção do sol e voltar a abertura para a face sul.Neste caso você estará coberta da incidência direta do sol e diminuirá o calor do ambiente.Indo mais longe na sua questão, esta pode ser uma oportunidade de se criar o efeito chaminé.Ou seja, o ar quente quando esquenta sobre e se neste caso a sua cobertura tiver uma passagem estreita de ar, esse ar sairá lá em cima, formando a “chaminé”.Uma abertura de uns 15cm já seria suficiente em toda a extensão!

Projeto: Arq Hiroiti Ohtane

Autor: - Categoria(s): construção, dicas, pergunte que respondo Tags: , ,
13/01/2010 - 19:58

Como aproveitar mais da luz natural?

Compartilhe: Twitter

Sra. Mari, ainda sobre a questão de luz natural, a casa de meus pais foi construída num terreno em declive. Ao invés de estabelecer a construção a partir do nível da rua, praticamente tudo foi construído na parte de baixo, resultado – pouca luz natural e ventilação. Como minimizar essa situação haja vista que na parte superior temos a garagem, dois dormitórios e lavanderia? Os corredores internos de circulação para os cômodos, tanto na parte superior como inferior ocupam o mesmo espaço. Seria pertinente abrir as lajes e buscar a luz natural por esses corredores? Ou, rasgos na laje podem comprometer a estrutura? Substituir paredes por estruturas de vidro ajudaria? Obrigada pela atenção e, parabéns pelo trabalho.

 

Adoro estes problemas cabeludos arquitetônicos!

Bom Grasieli, fazer aberturas em laje, dependendo do modelo da laje pode afetar a estrutura sim, pois as aberturas,  para valer a pena,  teriam que ter pelo menos uns 80cm x 80cm  de largura em um numero de 3 ou 4 delas.O ideal era a casa ter sido pensada com estas aberturas e você poderia ter uma laje nervurada, ou um tipo de pergolado vazado.Quem sabe um engenheiro consultor não possa te dar uma idéia melhor sobre isso? Vale a pena!

Pergolado são estruturas de madeira ou concreto espaçadas entre si formando uma seqüência  de vazios e cheios, por onde atravessa a luz e ventilação.No primeiro andar fica mais fácil conceber esta idéia, já do primeiro para o térreo (que no seu caso é afundado) para se ter iluminação bastaria fazer um piso de vidro laminado ou utilizar blocos de vidro, só que para a ventilação complica.

A não ser que você use um piso de grade tipo industrial, que vai deixar a luz entrar e o ar, mas cuidado, por ser vazado pode danificar saltos de sapato e coisas podem cair…

Para conectar este “domus” interno aos demais ambientes daí sim você teria que colocar portas ou rasgos de vidro com venezianas

P5280040

esta solução  acima eu adotei no meu escritório para fazer uma passarela, que não tirasse luz nem ventilação, e usei estrutura metálica com a grade metálica vazada

 

hannover_4

 vista do teto de um corredor…

carro_4

com uma parede assim não há problema de luz

carro_1

a escada também pode ser um túnel de luz

hermes_3

o que dizer deste prédio no Japão com a fachada 100% de bloco de vidro?Um show de luz!

 estas imagens são do fabricante de blocos de vidro: http://www.sevesglassblock.com/pt/

Autor: - Categoria(s): cidade e cidadania, construção, pergunte que respondo, sustentabilidade Tags: , , ,
19/12/2009 - 18:39

um banho de luz natural

Compartilhe: Twitter

Oi minha querida, tenho um quarto em minha casa que não tem janelas . o quarto é quente e escuro , pois a única parede que tenho disponível para colocação de uma janela dá para casa do vizinho já tentei conversar com ele dei ate a idéia de por uma janela mais alta já que minha parede tem três metros de altura , mais ele não quis acordo .
por favor se puder me dar alguma dica de como posso clarear e ventilar esse ambiente ficarei muito grata .

Olá Dani, na hora de construir este cômodo não deu para ver que iria ficar sem janela correto?

 Agora você não tem para onde correr e logicamente o seu vizinho não é obrigado a permitir que uma janela adentre o terreno dele.Acho que nem você iria querer…Realmente nada agradável.

Mas uma pergunta básica; você tem o quê no telhado? Se sua casa for térrea problema resolvido!

 

Com mais ou menos obra você irá conseguir solucionar este problema usando a boa e velha iluminação ZENITAL (iluminação zenital: Porção de luz natural produzida pela luz que entra através dos fechamentos superiores dos espaços internos. Zênite: Ponto situado na porção mais elevada do hemisfério celeste; caracterizado pelo ângulo de altura máximo de 90o.)

 

Se for telhado de telhas de barro ou fibrocimento, é só retirar algumas telhas numa superfície quadrada de 1m2 no mínimo, e subir uma nova estrutura de telhado a pelo menos 50cm do atual.Nas laterais você poderia instalar venezianas que podem ser fechadas quando quiser   sobre estas venezianas utilizar vidro fixo ou telhas de vidro ou ainda domus de acrílico .

AD003_p

esquema10

AD006_p

AD001_p

 

 

Outra opção seria fazer este mesmo rasgo de 1m2 na estrutura do telhado ou laje,  subir uns 70cm  e nestas laterais usar basculantes de vidro  que possam fechar e abrir conforme a sua necessidade assim você pode controlar o clima no frio ou calor Este modelo é um tipo de LANTERNIM.

 

Texto muito elucidativo sobre iluminação natural:

 

SHEDS

O shed é muito utilizado em fábricas, especialmente quando não é possível obter luz lateral, ou está deficiente pela excessiva largura do corpo do edifício.

Caracteriza-se por telhados em forma de dentes de serra (faces de pouca inclinação alternadas com outras quase verticais). Essas últimas são envidraçadas.

Fornecem uma iluminação em torno de três quartos do valor obtido com a mesma superfície iluminante localizada continuamente sobre um teto horizontal.

Pede uma estruturação mais elaborada da cobertura. Pois, para proporcionar iluminação e ventilação precisam ser guarnecidos com caixilhos ou com algo que possibilite essas funções, impedindo a penetração de chuvas.

Seu melhor desempenho é quando orientado a sul para latitudes compreendidas entre 24° e 32° S, no caso do Brasil.

 tipologia_clip_image004

 

• LANTERNINS

  O lanternim, abertura na parte superior do telhado, ideal para se conseguir boa ventilação, já que, permite a renovação contínua do ar pelo processo de termossifão resultando em ambiente confortável.

Sua melhor orientação, no caso do Brasil, é Norte-Sul.

 tipologia_clip_image008

 

• TETO DE DUPLA INCLINAÇÃO

O teto de inclinação dupla que contém superfícies iluminantes possui quase a mesma eficiência de um teto horizontal com superfícies envidraçadas, é da ordem de 90% de eficiência, todavia, normalmente está associado a grandes ganhos térmicos.

 tipologia_clip_image010

• CLARABÓIAS

Clarabóia: Esta tipologia requer maior manutenção devido à posição mais horizontal da superfície iluminante. Deve-se ter cautela quanto à questão térmica, pois essas podem promover um aumento desagradável da temperatura do ambiente construído.

 tipologia_clip_image014

Clarabóias tubulares: são domus com tubos reflexivos que conduzem a luz natural da cobertura até o ambiente a ser iluminado. Recomenda-se usar em áreas que possuem a cobertura com certa profundidade e em retrofits e espaços existentes.

 

• CÚPULA

Uma cúpula (ou domo ) é uma abóbada hemisférica ou esferóide . Se a base é obtida paralelamente ao menor diâmetro da elipse, resulta-se em uma cúpula alta, dando a sensação de um alcance maior da estrutura. Se a seção é feita pelo maior diâmetro o resultado é uma cúpula baixa.

 tipologia_clip_image016

• ÁTRIO

Átrio é o espaço central de uma edificação, aberto na cobertura muito utilizado como estratégia de iluminação para captação de luz em edifícios com múltiplos andares.

Historicamente o átrio foi usado como um elemento condutor de luz para o centro de edifícios. Nas residências era o local onde aconteciam as reuniões familiares, uma área privada da casa, mas aberta para o exterior em seu topo. Em edifícios comerciais e residenciais de antigamente, a maior função do átrio era levar um pouco do ambiente externo, através da iluminação natural para as áreas destinadas à circulação de pessoas. Atualmente o átrio faz parte de uma arquitetura típica de prédios comerciais, como por exemplo, em centros de compras.

 

 tipologia_clip_image019

É bom ressaltar que elementos tipo “shed”, tipo “lanternim” e tetos de dupla inclinação são os mais utilizados em edifícios industriais. O elemento zenital, de superfície iluminante horizontal é usado apenas ocasionalmente, apesar da sua maior eficiência luminotécnica, necessita de elementos protetores da luz solar direta que – uma vez colocados – reduzem consideravelmente a iluminação no local. Sua utilização implica também, em um custo de uso e manutenção maior que o de outros tipos de elementos zenitais.

Disciplina de Tecnologia da edificação I – ARQ 5661, ministrada pelo professor Anderson Claro. Desenvolvido pelos alunos Carolina Morgado de Freitas, Julian Piran e Thiago Hiroshi Arasaki, acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Santa Catarina- UFSC

Autor: - Categoria(s): cidade e cidadania, construção, dicas, pergunte que respondo Tags: , , , , ,
19/11/2009 - 20:17

Ventilação e Iluminação Natural é Saúde!

Compartilhe: Twitter

Estou sem ventilação nos quartos da minha casa,o que devo fazer? devo colocar janelas dentro de casa nos quartos ? Que tipo de janelas?

 

Olá Lílian, fiquei com medo…Colocar janelas dentro dos quartos?COM CERTEZA,desde que dêem para fora da casa, se não você nem conseguiria uma aprovação para a construção!!! 

Janela serve para ventilar e também para a iluminação natural do ambiente.O cálculo rápido que fazemos é que vc deve ter pelo menos 0,6m2 de área e ter dimensões proporcionais à área do cômodo.  Para insolação de quartos, e salas destinamos no mínimo 15 % da área do ambiente e 8% da área para ventilação.Isso quer dizer que num quarto de 3×3 você deve ter uma janela com no mínimo  1,15×1,15 de área de vidro e a metade para a ventilação.O tipo de janela, na verdade tanto faz, desde que combine com o estilo da casa.Madeira dá mais trabalho, mas são as mais bonitas,aluminio são as mais práticas , existem as de ferro que talvez sejam as mais baratas, mas podem enferrujar, e as de pvc que vedam super bem, mas os valores estão ainda maiores.

 

 

Veja um belo exemplo de casa bem iluminada e ventilada, fazendo muito bom uso de ventilação cruzada, neste caso foram usadas painéis de madeira envernizada pivotantes e sanfonados (portas-camarão) e janelas superiores basculantes

 

 

 

i133009

i133004

Confira quem fez

Projeto: Fernando Vianna Peres

Colaboração: Ana Paula Cairrão

Construção: Venício de Lourdes Lopes

Autor: - Categoria(s): construção, pergunte que respondo Tags: ,
Voltar ao topo