Publicidade

Publicidade

25/04/2012 - 19:04

casa na árvore

Compartilhe: Twitter

Mais idéias,  não tão malucas, de casas suspensas, são as melhores para não abalar o terreno e impactar da menor forma na natureza, vejam esta casa na árvore.

Bom precisou neste caso, de uma grande árvore,  quem sabe se encaixe no seu terreno?

casa na árvore-londrina

cadê a casa?

Autor: - Categoria(s): construção, sustentabilidade Tags: , , , , ,
07/08/2009 - 08:17

Casa de praia em madeira

Compartilhe: Twitter

Olá
Gostaria de saber se é viável construir uma casa de de madeira roliça na praia?

Ola Graciela, se é viável?

SUPER VIÁVEL!

Veja neste projeto de João Mansur executado pela Callia estruturas de Madeiras:

O que sabemos é que as estruturas de madeira devem estar fora do alcance  da umidade do solo para isso são feitas bases de concreto ou inserts metálicos. Este é detalhe de uma base de pilar metálica que serve como transição do concreto para a madeira. Esta base metálica, galvanizada à fogo, eleva o pilar de madeira do solo, evitando o contato do mesmo com o concreto. Com isso, a água nesta região evapora rapidamente, evitando o apodrecimento do pé do pilar.

O cálculo estrutural é fundamental para se obter uma construção enxuta e segura.

Veja também estes projetos no exterior em Bambu, que vem entrando aos poucos no nosso mercado da construção sendo muito versátil, maleável e ecologicamente correto.

Segundo o site da Callia Estruturas:

O BAMBU É um material leve, o que permite baixar o peso da construção, o que é um fator importante para edificações resistentes ao sismo;

– Especialmente as suas fibras exteriores são muito resistentes aos esforços axiais
– A relação entre peso e carga máxima e sua forma tubular, apto para forças axiais o fazem um material perfeito para estruturas espaciais, onde trabalhas somente forças axiais;
– O rápido crescimento do bambu o faz economicamente competitivo;
– O bambu é um recurso renovável e sustentável;
– O rápido crescimento e a alta densidade de varas por área significa uma produtividade muito importante e uma biomassa considerável;

Algumas desvantagens:

– A resistência a forças perpendiculares às fibras (cortantes) é muito baixa o que significa que o bambu tende a rachar facilmente paralelamente às fibras;
– Uma construção com bambu necessita uma proteção (em projeto) que assegura que o bambu não receba nem umidade e nem raios solares;
– O bambu pega fogo e como é vazio queima muito rápido;
– Ainda não foi encontrada uma solução definitiva de proteção contra fungos;
– O comportamento mecânico do bambu pode variar muito entre espécies, considerando o local onde foi plantado, a idade, o conteúdo de umidade e a seção;
– Ainda não existe nenhuma norma técnica oficial que ofereça classificações estruturais para o bambu;

Autor: - Categoria(s): construção, miscelanea, pergunte que respondo, sustentabilidade Tags: , ,
Voltar ao topo