Publicidade

Publicidade

17/03/2010 - 16:19

Retrofit no chalé suiço em Campos do Jordão

Compartilhe: Twitter

Tenho um pequeno chalé em Campos do Jordão, todinho em madeira, bem velhinho do tipo suiço com telhado até o chão.
quero clarear os ambientes internos 2 quartos um mezzanino e uma sala todos são revestidos com lambris muitissimo escuros e a forração do telhado que e aparente e clara como pinos, não é pinos mas tem aquele tom amarelado. gostaria de saber se existe alguma coisa para em clarear a madeira ou devo pintá-la ou ainda aplicar um papel de parede? Agradeço sua atenção

Vi os seus trabalhos aqui apresentados e fiquei extremamente maravilhada porque sem dúvida existem os artistas e os pretensos arteiros como eu, tenho 55 anos e ainda nao fui feliz em nenhum dos ambientes que ja criei, vc pode ma ajudar?

Muito fofa sua questão! Como retrofitar um autêntico chalé tão típico dos anos 70 e 80??
 
 
 
 
 
 
Mais ou menos assim?
Nossa como ficaram fora de moda não?Que atmosfera escura! E o brilho???Se livre de tudo isso!
 
Mas você pode tentar usar outros materiais nas paredes gomo gesso acartonado e pintá-lo simplesmente com uma cor bem clarinha
 
 
 
 
 
 
 
Mudar o piso para algo bem claro também ajuda, só que daí entra ou piso frio (num lugar frio não combina) ou carpete claro com mescla tipo buclê.Certifique-se de não passar pelo barro antes…
 
 
Olha que gostoso uma sala de jantar num cantinho perto de uma janela!
Existem processos de clareamento de madeiras maciças, ou simplesmente a laqueação num tom bege, ou verde claro.Não recomendo o branco, pois não combina com Campos de Jordão que é um lugar frio onde as pessoas estão muito externas e facuilmente irão sujar.
 
Se for fazer móveis novos utiliza a cor do carvalho clara ou freijo.O lambril de pinus poderia aparecer somente num ou outro ponto como se fosse um detalhe e não o todo.A idéia do gesso acartonado é boa e ainda pode ajudar no conforto térmico.
 
Em tempo, utilize luminárias de foco em trilhos foscos e simples para focar objetos, nichos e mesas.Aproveite se for mexer com o gesso e criar umas sancas para colocar lampadas tubulares fluorescentes de 28w na cor amarela e boa sorte, só não esquece de me convidar para este chá quente com biscoitos!
Autor: - Categoria(s): exteriores, interiores, pergunte que respondo, projetos comerciais Tags: , , , , , ,
09/02/2010 - 19:12

Ideias boas de casas

Compartilhe: Twitter

Oi Mary Comprei um terreno com 12 de frente 37 de comprimento por 18 de fundos, e o mesmo começa com declive de 2,5 mts ao nível da rua e depois vai tornando bem mais suave (na extensão de 33 mts um declive próximo de 2 mts. Penso em fazer uma casa de e quartos , suíte, garagem e no Maximo de dois níveis. Por gentileza, tens alguma sugestão ou algum projeto similar para que possamos ter uma noção?

Olá Joseph , idéias, mais idéias, vamos lá.Um projeto para um terreno maior que o seu e com um pouco mais de declividade.Para uma casa em Barueri o Arq Marcio Mazza se aproveitou da declividade e dividiu a casa em dois blocos em níveis diferentes, setorizou os ambientes e mexeu muito pouco com terraplanagem.Esta é uma ótima receita!Veja como ele interpretou esta receita:

 corte marcio mazza

2pav marcio mazza1 pav marcio mazza

resultado estético:

cobertura_escada

O visual e acabamentos estão meio brutalistas, por opção provavelmente de cliente e arquiteto,  mas você pode dar toda uma releitura deste conceito, utilizando outros métodos construtivos também.Daí vem minha eterna dica, contrate um arquiteto!

Autor: - Categoria(s): construção, desenhos, pergunte que respondo Tags: , , , ,
03/11/2009 - 16:52

Log home ou Casa de tora

Compartilhe: Twitter

Não achei o local para perguntas e dúvida por isso estou postando aqui.
Fiz um quarto TV para as crianças com toras de eucalipto, uma cima da outra criando paredes. O que usar para vedar as frestas grandes que ficaram entre uma tora e outra?

Olá Luciano.Atualmente, os movimentos ambientalistas e a conscientização popular sobre a finitude dos

recursos naturais pressionam para que as atividades na construção civil adotem soluções e

critérios construtivos menos impactantes, que garantam o manejo e o uso das edificações

alicerçadas em bases conceituais sustentáveis.Então é muito válido fazer uma cosntrução neste sentido, mesmo que seja pequena!

Untitled-2

Entre as espécies de reflorestamento cultivadas, o eucalipto é um gênero de rápido

crescimento, com boa aparência, características físicas e mecânicas razoáveis e com

condição de melhoramento, facilitando o seu uso como matéria‐prima alternativa no

mercado madeireiro. No âmbito da construção civil, o eucalipto é amplamente utilizado de

forma transitória (escoras, formas e andaimes), na execução de obras de engenharia em

geral (pontes, pórticos, etc.) e em edificações comerciais e residenciais, na forma roliça,

serrada ou laminada e colada.

 

Abaixo algumas dicas importantíssimas para quem está pensando em construir em madeira toda a casa que pesquisei em  dissertações de Cristina Steiner e Emanuella Sossai Altoé

ÁREAS CRÍTICAS – MEDIDAS PREVENTIVAS

Elementos estruturais dos pisos

térreos das edificaçõesUtilizar fundações de concreto tipo sapata corrida, com o piso elevado do

solo, provendo drenagem superficial ao redor da edificação.

Untitled-1 

Locais enclausurados, úmidos e

mal arejados, exemplo: espaço entre barroteamento

Propiciar ventilação do espaço entre o barroteamento e o solo, com o

envenenamento do solo.

Untitled-5

Untitled-6

Canalizações de água e esgoto

fixos na madeira

Propiciar o acesso fácil a rede de água e esgoto. Não deixar a madeira em

contato com a umidade, colocando uma interface de material impermeável.

Untitled-3

Batentes de portas e janelas em

contato com paredes úmidas

Impermeabilização, emprego de espécies mais resistentes e proteção de

pintura a óleo.

 

Tacos, assoalhos, assentados

sobre pisos em que a água do solo tenha acesso por capilaridade

Impermeabilização do contra‐piso em argamassa e a utilização de sarrafos

de fixação com pintura impermeável, deixando espaços entre a última

tábua do assoalho e a parede.

Untitled-4

Peças de madeira em áreas

úmidas como cozinha e banheiro.Receber revestimentos impermeáveis, tais como: tinta esmalte e tinta óleo,

tomando‐se cuidado nas extremidades das peças.

 

Lambris externos

Distanciamento mínimo recomendado do solo de 30 cm. Quando se trata

de dois pisos a transição dos lambris externos verticais deve receber

proteção metálica fazendo o papel de pingadeira. Emenda de topo dos

lambris devem sempre deixar espaço na sua junta.

 

Elementos estruturais em

contato direto com o solo ou embutido em concreto

Tratamento por processo de impregnação pressurizada. Sugere‐se que o

concreto não seja impermeabilizado, pois normalmente na sua interface

surgem frestas que permitirão infiltrações de águas de chuva. É importante

garantir a drenagem do concreto. Uma solução é utilizar dispositivo

metálico deixando a extremidade do pilar ventilado.

 

Peças de telhados, próximas a

rufos, calhas e telhas.

Devem receber atenção especial no seu detalhamento e as peças que

ficarão em contato direto com as telhas devem receber tratamento

químico, além de adotar medidas visando facilitar a substituição das

mesmas.

Os topos expostos das peças de madeira da cobertura (caibros,

terças) absorvem umidade com maior facilidade.

Untitled-7

Detalhes construtivos para proteger estas extremidades; corte em ângulo

reto das extremidades dos caibros; colocação de peças como testeira que

evitam a exposição direta das extremidades possibilitar maior rigidez do

beiral.

 

Fendas, juntas e áreas ao redor de conectores como parafusos,

pregos, etc.

Além do desenho, pode‐se fazer uso de borracha como espaçadores de

maneira para não permitir a permanência de água.

Soleira inferior do diafragma e os topos inferiores dos

montantes verticais.

Necessitam de cuidados em relação à umidade do solo. Os usuários devem

receber uma orientação sobre a prática de limpeza interna da edificação,

como não lavar o piso por exemplo. Caso o piso for cerâmico, o rodapé

deve ser do mesmo material cerâmico (10 cm).

  

 

 

 

 todas as imagens pertencem a:

http://www.fapes.es.gov.br/publicacoes/anexos/3-01/69/dissertacao_final.pdf

 

 

 

O Tratamento das frestas existentes em peças internas  como foi citado pelo internauta podem ser seladas com mastique, produto espanhol à base de silicone,

que além de resgatar a estanqueidade da tora, possui como vantagem estética o tom

aproximado à cor da madeira (figura 100).

Segundo informações cedidas pela empresa responsável o produto utilizado por ela

 

 

apresenta bom desempenho, mas não é encontrado no país. Quando não é feita a aquisição,

dependendo da situação de uso, utilizam o silicone transparente que, apesar de não

proporcionar um efeito estético favorável, mantém a estanqueidade da peça.

 

Untitled-9

 

 Figura 100 – Peça com a utilização de mastique

Autor: - Categoria(s): construção, dicas, pergunte que respondo, sustentabilidade Tags: , , , , ,
30/10/2009 - 15:30

casa sobre pilotis

Compartilhe: Twitter

Boa noite, gostei dos seus comentários e também necessito de uma opinião. Possuo um terreno de 1.981m², plano, retirado da cidade, tipo de casas de campo. O problema é que ele é desigual, parece um losango e ainda possui uma boa quantidade de árvores que me encantam. O que me sugere? Posso construir um sobrado, com a parte superior maior, apoiada sobre pilotis (area)? Por favor, emvie-me a resposta.

Olá Nelma, você tem um bom terreno e árvores nele…Que maravilha!Só resta aproveitar este visual da melhor forma possível.Construindo um sobrado você aproveita melhor o terreno para jardins e etc.Construir sobre pilotis é uma graça divina!Todo mundo sabe o que são pilotis?
Isso quer diser que você não precisa da área de baixo e pode dispor dela, talvez usando para garagens ou salão de festas ou lazer aberto.A casa fica leve, arejada e elegante.
 
aberturas_cozinha
 
 
volumes
 
 
pilotis
 
maravilhoso este projeto em pilotis em madeira de Mauro Munhoz em Itu.
Autor: - Categoria(s): construção, pergunte que respondo Tags: , , , ,
27/10/2009 - 21:43

Madeiras de demolição estão com tudo

Compartilhe: Twitter

Estou terminando de fazer uma casa de sitio rustica de tijolinhos e madeira de demolição, as portas e janelas são de madeiras antigas, estou em duvida qual a cor que devo pintar as janelas?

 

Olá Margarida, realmente vai pintar as madeiras de demolição??São mais bonitas aparentes, pois mostram a história delas…

Se quiser fazer um destaque entre as janelas e a parede crie uma moldura e pingadeira de cimento e pinte de uma cor diferente como um cinza claro, ou verde claro.OU então fazer uma pátina no tijolo aparente para clarear o visual e não brigar com a madeira!

 

Veja uns exemplos executados pela Demolidora 3 irmãos de Embu-SP.

 

janela_06

 

obra_16

 

janela_01

Olha que sem graça quando fica pintada de branco…

porta_66

Autor: - Categoria(s): construção, dicas, fornecedores para obra, pergunte que respondo Tags: , ,
11/02/2009 - 17:24

Remoção de tinta na madeira

Compartilhe: Twitter

Irei demolir uma casa antiga feita de peroba amarela e gostaria de aproveitar as madeiras para fazer um piso com a madeira maciça na casa nova que irei construir, mas estou enfrentando problemas para retirar a tinta antiga. As serrarias da minha cidade estão falando que o problema de passar nas plainas é o pó da tinta que desgasta rapidamente o fio da serra, segundo eles, o único problema está sendo este. Você conhece alguma técnica que poderia me ajudar a retirar a tinta antiga?

Olá Everson,

Tinta em madeira deve ser esmalte. Portanto, pode ser retirada com algum removedor. Para a remoção da tinta antiga, você pode utilizar dois produtos: Pintoff ou Removedor de Tinta Pastoso, da Maxxi Rubber (os dois servem para boa parte dos esmaltes sintéticos e tintas à óleo do mercado).

Eu recomendo o Removedor Pastoso, pois é mais econômico e eficiente que o Pintoff.

Para aplicar é fácil:

1) Abra a lata (com cuidado) e mexa bem o conteúdo;

2) Com o auxílio de um pincel, espalhe a pasta por toda a superfície que deve ter a tinta removida;

3) Aguarde um pouco, até a tinta “pipocar” e raspe-a com uma espátula.

Obs.: Se a área total for muito grande, divida o processo acima em pequenas áreas, pois isto aumenta o rendimento e eficiência do produto.

Daí pra frente, é o processo normal: lixa-se a madeira, faz-se o tratamento necessário, e pinta-se normalmente.

Cuidado, pois o produto pode causar “queimaduras” químicas na pele. Use com cuidado e boa sorte!

Autor: - Categoria(s): pergunte que respondo Tags: , , ,
19/01/2009 - 18:33

Casas de madeira

Compartilhe: Twitter

Casas de madeira são ideiais para lugares de clima frio,  e estas aqui são feitas quase que 100% de madeira de pinho nórdico (são de um fabricante na Europa)

Mas nem sempre elas tem cara de chalé suísso, e isso é muito bom, madeira é um item que pode ser ecológico, nobre e bonito. Porém, não muito acessível.



Pedras em tamanhos grandes  e irregulares dão um ar rústico na medida. Podem ser com junta seca (sem mostrar o rejunte) ou com assentamento largo e aparente. Uma parede assim numa sala e não é necessário mais nada.

Esta casa de madeira abaixo tem 160 m² de área útil e parece ser muito acolhedora, tem madeira até no banheiro. E por quê não?

As janelas posicionadas em lugares distintos e com tamanhos diferentes é que dá o movimento na fachada. A escada interna também é muito bonita e mistura estrutura de aço com a madeira. Resultado: deixa o visual bem leve.

 

 

Autor: - Categoria(s): construção Tags:
Voltar ao topo